5 dicas para deixar os vídeos de suas viagens perfeitos

5-dicas-videos-viagens (1)

Atualmente é quase impossível que alguém abra um álbum de fotografias para mostrar como foi a viagem, preferindo registrar a maioria da experiência em vídeo.

Este formato, que não é estático como as fotos, permite um registro mais vívido e dinâmico das atrações locais, a arte de rua, paisagens, a culinária e as pessoas com quem se está.

Hoje este é um tipo consolidado de vídeo e muitos Youtubers, como Jayme Drummond do canal Carioca no Mundo, que visitou mais de 70 países, gravam e viralizam com suas vivências.

É um tipo de conteúdo que pode ser produzido por qualquer pessoa e saber editar vídeos vem a calhar para ter um bom material e hitar, mesmo que você ainda não seja profissional nessa área.Para ajudar a dar uma cara nova aos seus vídeos de viagens, listamos 5 dicas para a edição perfeita desses momentos. Treine com os vídeos que já tem para se inspirar ainda mais nos que estão por vir:

1. Tire os quadros que não quer

Pode ser que pela animação da viagem, se queira captar tudo nesse ambiente novo. Mas em alguns casos, o excesso de pessoas e situações na frente da câmera, ruídos demais ou mesmo imagens fora de foco, podem atrapalhar a estética do seu material.

Para se ter um resultado que vai bombar nas redes, o ideal é usar a ferramenta de corte e apagar os frames que não se adequam ao que você quer, limpando o conteúdo o máximo para que os recortes que restarem sejam extremamente relevantes.

2. Adicione fotos

Por mais que os vídeos sejam dinâmicos e bonitos, às vezes uma foto pode ser um registro único de um momento e é uma ótima ideia inseri-las no material para obter uma mistura de experiências audiovisuais.

Se fez aquela imagem impossível de deixar de fora do seu álbum de experiências, não hesite em incluir no seu vídeo. Procure por referências nas redes sociais que estão repletas de inspirações. Você pode usar uma música ou narração para nos momentos em que imagens estáticas surgirem na sua produção.

3. Passagens ou Transições

Um recurso muito utilizado desde os primórdios pelas emissoras de tevê, traz fluidez ao conteúdo, facilitando a compreensão ao espectador, bem como manter sua atenção.

Com a tecnologia atual é possível fazer isso editando vídeos online ou até com a própria câmera, seja fazendo um corte, tapando a lente com as mãos ou ainda dando continuidade posterior à cena. Separamos um ótimo exemplo para você se inspirar:

On/Off Volume 2 ✈ Human Safari

4. VFX ou Efeitos Especiais

É fato que nem sempre temos o resultado que queríamos somente com a gravação do vídeo. Isso acontece até com grandes estúdios e é aí que os efeitos e adereços visuais entram em ação.

Podendo editar quase qualquer aspecto do material, como contraste, luz, fumaça e uma infinidade de outras features, este artifício é um dos salvadores das ilhas de edição e podem fazer parte do seu material de vídeo de viagem amador.

5. Trilha sonora

Se já não gostamos nem de sair de casa sem fone de ouvido, imagina fazer uma viagem sem música!

Qualquer vídeo de viagem, especialmente os mais vistos, tem um cuidado específico com a soundtrack, procurando colocar músicas locais e atuais, ajudando a valorizar a arte do lugar.

Um ótimo exemplo é o filme Tudo acontece em Elizabethtown, em que o protagonista se vê em uma viagem cujo guia são as músicas que ele deveria ouvir em cada local:

Tudo acontece em Elizabethtown

Gostou? Aproveite estas dicas e torne os vídeos de suas viagens tão incríveis quanto as experiências em si vividas por você. Compartilhe com a gente!

Post Anterior: Dupla cidadania: Conheça seus benefícios, quem tem direito e como tirar