10 atrações turísticas para visitar em Brasília

atracoes-turisticas-em-brasilia

Brasília, que sucedeu ao Rio de Janeiro como capital do Brasil em 1960, foi construída em menos de três anos. Sua localização no centro do Brasil foi escolhida para ajudar a abrir o oeste do país.

O plano extraordinariamente ambicioso, principalmente o trabalho de Lúcio Costa e Oscar Niemeyer, causou sensação com sua arquitetura vanguardista e seus ideais urbanísticos inovadores. Como Brasília foi planejada e construída como uma peça inteira, ela não tem a mistura de funções comerciais, residenciais e governamentais que acontecem quando uma cidade cresce com o tempo; em vez disso, esses usos são estritamente divididos.

Isso torna mais fácil encontrar os destaques arquitetônicos – suas principais atrações turísticas – a maioria dos quais está em uma grande área, mas são amplamente separados dos bairros comerciais e residenciais, onde você pode participar da vida local.

A área central tem a forma de grande cruz com eixo curvo norte-sul, o Eixo Rodoviário, e eixo reto leste-oeste, Eixo Monumental. A Esplanada dos Ministérios é o eixo central com os principais edifícios oficiais. Esteja preparado para muitas caminhadas ou participe de um passeio para cobrir as distâncias entre os pontos turísticos.

Para encontrar as melhores coisas para fazer, use esta lista útil das principais atrações turísticas de Brasília.

1. Praça dos Três Poderes

atracoes-turisticas-em-brasília
photo credit: seier+seier oscar niemeyer centennial via photopin (license)

O centro governamental de Brasília combina alguns de seus edifícios e monumentos mais marcantes em uma vitrine impressionante de arquitetura moderna.

Como sugere o nome da Praça dos Três Poderes, ela é cercada por prédios que abrigam o Executivo, o Legislativo e o Judiciário: o Palácio do Planalto, residência oficial do Presidente; o Supremo Tribunal Federal (Supremo Tribunal Federal); e o Congresso Nacional.

Também ao redor da praça estão o Museu Histórico de Brasília e o Panteão da Liberdade, projetado por Oscar Niemeyer para homenagear os rebeldes da Inconfidência Mineira de 1789 e o presidente Tancredo Neves, que morreu em 1985 logo após tomar posse.

Do lado sul fica o Palácio dos Arcos. O Mastro da Bandeira é um mastro de 91 metros do qual hasteada uma bandeira brasileira de 73 metros.

2. Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida

tracoes-turisticas-em-brasilia

O marco mais famoso da cidade é a singular catedral circular, projetada por Niemeyer e concluída em 1970. Suas 16 colunas curvas de concreto se elevam para criar uma coroa que envolve um telhado de vidro. O efeito da iluminação natural no interior é espetacular.

Ao entrar na igreja, por um túnel escuro, você ficará surpreso ao descobrir que o que viu de fora é apenas o telhado do prédio; a maior parte da catedral é subterrânea. O telhado em si é composto por duas camadas, com plexiglass sobre o vitral.

As quatro grandes estátuas fora da entrada representam os Quatro Evangelistas; também do lado de fora está uma torre sineira independente de 20 metros.

3. Palácio dos Arcos

O Palácio dos Arcos, também conhecido como Palácio Itamaraty, abriga o Itamaraty e é uma das maiores realizações de Oscar Niemeyer. Uma longa linha de arcos simétricos ergue-se acima de um espelho d’água, todo o conjunto instalado em belos jardins projetados pelo famoso arquiteto paisagista brasileiro Roberto Burle Marx.

O interior ricamente decorado rodeia um pátio semi-coberto com jardim. O edifício é aberto ao público, sendo que o destaque do interior é a escada em espiral independente, que parece estar suspensa no ar.

4. Monumento JK: Memorial do Presidente Kubitschek

O monumento dramático na Praça do Cruzeiro é o memorial ao presidente Juscelino Kubitschek, o maior presidente do Brasil que é considerado o fundador de Brasília. O monumento foi projetado por Oscar Niemeyer, e muitos o consideram um de seus melhores trabalhos.

Junto com a tumba de Kubitschek e um museu dedicado a ele, o monumento contém exposições interessantes sobre a cidade que ele imaginou e concretizou, incluindo planos iniciais, fotografia de construção e outros materiais que ilustram a história de Brasília.

Ao redor do monumento estão obras de escultores contemporâneos que, juntamente com seu interesse histórico, o tornam uma atração turística popular.

5. Lago do Paranoá, Ponte Juscelino Kubitschek e Ponte do Lago Sul

Na zona leste da cidade, o Rio Paranoá foi represado para formar um grande lago, o Lago do Paranoá. Ao longo da sua costa encontram-se embaixadas e consulados, clubes desportivos, restaurantes, a Universidade, o Centro Olímpico e o Palácio da Alvorada, residência oficial do Presidente da República.

A Ponte Juscelino Kubitschek, mais conhecida como Ponte JK, é uma ponte de concreto e aço que atravessa o lago, suportada por três arcos entrecruzados que se elevam a mais de 60 metros acima da água. Projetada pelo arquiteto Alexandre Chan e pelo engenheiro estrutural Mário Vila Verde, a ponte recebeu vários prémios de arquitectura desde a sua conclusão em 2002. É especialmente notável à noite, quando os projectores acentuam as suas curvas elevadas.

Um dos lugares mais procurados para se visitar nos finais de semana é o Pontão do Lago Sul, um calçadão ao longo da parte sul do lago repleto de restaurantes e barracas de sorvete.

6. Santuário Dom Bosco 

atracoes-turisticas-em-brasília

A igreja de São João Bosco é dedicada ao padre italiano do século 19 canonizado em 1934, cuja visão da fundação de uma capital utópica no Novo Mundo perto do paralelo 15 é considerada a inspiração para Brasília.

Este santuário foi construído exatamente no paralelo 15. O arquiteto Vasconcelos Naves projetou um edifício quadrado de 40 arcos pontiagudos que emolduram janelas altas de vitrais em vários tons de azul, projetado por Cláudio Naves e feito por Hubert van Doorne.

As janelas constituem a maior parte das paredes, e um enorme lustre é feito de mais de 7.000 peças de vidro Murano. O grande Crucifixo de cedro sobre o altar foi esculpido por Gotfredo Tralli em uma única árvore.

7. Congresso Nacional 

atracoes-turisticas-em-brasília

Outro marco da arquitetura moderna é o par de edifícios que abrigam a Câmara dos Deputados do Brasil (a Câmara dos Deputados) e o Senado, juntamente com seus escritórios. Para isso, Oscar Niemeyer escolheu dois designs nitidamente contrastantes.

Para as duas casas, ele criou formas de pratos que têm sido chamadas de discos voadores, separando-as por um par de torres retangulares bem lineares. Em torno desses edifícios fotogênicos há um amplo gramado com um espelho d’água e, no interior, há exposições que incluem um Túnel do Tempo.

8. Parque Nacional de Brasília 

O Parque Nacional de Brasília cobre 28.000 hectares na parte noroeste da cidade, protegendo uma série de ambientes diferentes, incluindo as árvores baixas e tortas do cerrado, a estepe arbustiva do interior brasileiro, extensões de matagal e pastagem, planícies pantanosas com palmeiras espalhadas e as árvores imponentes das matas de galeria encontradas nas margens dos rios e lagos.

Os riachos dessa área, represados ​​para formar o Lago Santa Maria, abastecem Brasília com água potável, e entre as maiores atrações do parque estão as nascentes de água mineral.

Junto com sua variada flora típica de áreas silvestres do centro-oeste brasileiro, o parque protege uma fauna rica e variada, com inúmeras espécies de pássaros, emas, porcos selvagens, tatus gigantes, capivaras, veados-campeiros, raros lobos guará, onças, jacarés, sucuris e outras espécies de cobras.

Você pode seguir uma das duas principais trilhas de caminhada pelas exuberantes florestas: a curta Capivara, com cerca de 20 minutos de caminhada, ou a trilha do Cristal, com uma hora de duração. Você também pode se juntar aos moradores locais mergulhando em uma das duas piscinas minerais.

9. Eixo Monumental e Torre de TV 

atracoes-turisticas-em-brasília

A Torre de TV de Brasília, com 224 metros de altura, é um bom lugar para se ter uma visão geral da cidade e uma noção de seu traçado. Fica em uma das extremidades do Jardim Burle Marx, e deste ponto de vista, você tem uma boa visão de todo o Eixo Monumental (Eixo Monumental) e seus marcos, desde o Memorial do Presidente Kubitschek às torres do complexo governamental.

Um mirante a 74 metros é aberto ao público gratuitamente todos os dias e, aos domingos, uma feira de artesanato acontece em sua base. Ao sul do Eixo fica o popular Sarah Kubitschek City Park, um amplo espaço verde com lagoas, passeios temáticos, cafés, campos esportivos, espaço para shows e feiras de pulgas nos finais de semana

10. Memorial dos Povos Indígenas (Museu dos Povos Indígenas) 

atracoes-turisticas-em-brasília

Esta notável coleção de arte e artefatos indígenas brasileiros não apenas registra a cultura nativa pré-colonial, mas celebra as tradições vivas dos povos indígenas do Brasil hoje. Utensílios históricos e atuais – cerâmica, cestos, armas, remos e cocares de penas – unem obras de arte criadas especialmente para o museu em uma coleção considerada uma das melhores da América do Sul.

Ao projetar o edifício redondo incomum modelado após uma casa redonda tradicional Yanomamö, Oscar Niemeyer consultou os xamãs e anciãos Yanomamö para autenticidade. A loja do museu é um excelente local para encontrar artesanato nativo feito à mão.