Intercâmbio para os EUA: entenda como fazer

intercambio-para-os-eua

Fazer intercâmbio para os EUA é a primeira escolha para várias pessoas que desejam se comunicar. 

Por suas instituições de alta qualidade e linguagem falada que é considerada uma ferramenta de comunicação global, o país está entre os primeiros lugares do mundo que mais recebem universitários estrangeiros. 

No entanto, embora o investimento em oportunidades seja alto, os retornos futuros valem a pena.

Há várias agências de viagens e instituições educacionais que fornecem intermediários para você poder viajar com segurança para os Estados Unidos. 

É necessária bastante pesquisa porque você precisa decidir por si mesmo o que realmente quer estar lá e ver se suas opções são acessíveis. 

Entretanto, quando a decisão for tomada, você precisa saber informações mais detalhadas sobre como fazer um intercâmbio para os EUA. Este é o objetivo deste artigo: falar mais sobre os detalhes importantes para tornar o seu projeto um sucesso.

O que é intercâmbio para os EUA?

Primeiramente, originalmente, eram 2 estudantes de diversos lugares viajando para países de “intercâmbio”, promovendo a troca de conhecimentos e vivenciando o cotidiano de outra cultura. 

Por isso, atualmente o intercâmbio ficou mais abrangente e este conceito evoluiu muito. Além disso, de não mais exigir que alunos estrangeiros venham ao Brasil para viajarem para outro país, os brasileiros, cujo objetivo principal em qualquer viagem seja possuir conhecimento intercultural através da experiência em outro país, um intercâmbio poderá ser considerado. 

Portanto, seja viajando e morando em outra cultura fora do país, aluno fora do país ou apenas trabalhando fora do país. Sempre um estudante de intercâmbio terá mais conhecimento quando retornar do intercâmbio do que quando chegar.

Como funciona um intercâmbio para os EUA?

Primeiramente, o intercâmbio poderá funcionar de maneiras diversas! Sendo assim, há muitas categorias de programas, com sua própria dinâmica cada um. Portanto, os seguintes métodos de trabalho do intercâmbio de cursos fora do país são:

  • As horas de aula poderão variar dependendo da categoria de curso onde está matriculado o estudante;
  • Ao final do curso, um certificado contendo média de notas e tempo de estudo o estudante receberá;
  • As turmas poderão ser compostas por estudantes de todo o mundo;
  • Designa-se o estudante para uma classe superior, se ele progride na proficiência do idioma;
  • Dependendo da acomodação selecionada, poderão ser incluídas as refeições;
  • Durante o curso, a grande parte das escolas fornecerá uma programação de viagens, eventos, passeios e festas opcionais;
  • Durante o curso, fica hospedado em uma residência estudantil, junto com demais intercambistas ou na casa de uma família que vive na cidade escolhida;
  • Quando chegarem no aeroporto, os estudantes poderão ser buscados através do serviço de transporte, que os levará até sua acomodação. É opcional este serviço;
  • No primeiro dia de aula, fazer testes orais e escritos de colocação e encaminhá-los com base nos resultados obtidos para uma turma mais adequada;
  • Os estudantes se cadastram em cursos fora do país através de agências de intercâmbio brasileiros.

O que fazer e quanto tempo ficar nos Estados Unidos?

https://youtu.be/pbP0dOABDlE

Primeiramente, essas são as primeiras perguntas que você deve responder depois de decidir estudar nos Estados Unidos. 

Por isso, se você não é proficiente no idioma, poderá primeiro considerar fazer um curso de inglês. Também pode escolher trabalhar em algum serviço, como serviços de limpeza. No entanto, se você já entende bem o idioma, considere suas ambições de carreira e sua experiência pessoal de estudar fora do país.

Portanto, a seguir, confira quanto tempo você deve ficar nos Estados Unidos. Ter uma noção precisa do tempo ajudará você a encontrar opções de câmbio e valores que correspondam às suas economias. 

Lembre-se de que você sempre pode falar com a instituição educacional parceira ou agência de viagens para diminuir ou aumentar o tempo de viagem.

Porque é importante fazer intercâmbio para os EUA?

Você tem um bom motivo para iniciar o plano de troca e decidir fazer as malas! Aqui estão alguns deles:

  • A imersão na cultura de outro país lhe dará uma visão sobre seus hábitos e costumes e aumentará sua visão de mundo;
  • Estudar fora do país poderá ajudá-lo a melhorar ou aprender outro idioma. De forma bastante eficaz e rápida;
  • Conheça pessoas e faça novos amigos de todo o mundo e do seu país de viagens;
  • Tornar-se mais independente, maduro e seguro para lidar com as mais diferentes situações;
  • Valorizar cursos com mais ou uma experiências internacionais para no mercado de trabalho se destacar;
  • Você poderá otimizar suas férias trocando, aproveitar a oportunidade de estudar e viajar em simultâneo (existem opções a partir de duas semanas).

O intuito do intercâmbio é justamente o aprendizado do aluno na cultura e idioma do país, além de conhecimento acadêmico. Pode ser difícil no começo mas construa um cantinho de estudo, com cadeiras confortáveis para estudar

 O intercâmbio quem pode fazer?

Todos possui opções para fazer intercâmbio:

  • Meninas de 18 a 26 anos: Au Pair;
  • Menores de 12 anos: intercâmbio em família;
  • Para maiores de 30 anos: programas de intercâmbio, educação executiva, entre outros. para cursos maiores de 30 anos ou maiores de 50 anos;
  • Pessoas de 12 a 17 anos: Intercâmbio de Adolescentes (Intercâmbio para Férias);
  • Para alunos universitários com 28 anos ou menos: trabalho durante as férias;
  • Maiores de 18 anos que já falam outra língua: educação executiva, cursos preparatórios para exames de proficiência, universidades estrangeiras, au pair, férias, estágio, estudo e trabalho;
  • Para pessoas de 14 a 17 anos que já falam outro idioma: ensino médio (ensino médio estrangeiro);
  • Quem tem mais de 18 anos e quer aperfeiçoar ou aprender outro idioma: Trabalho Voluntário no Exterior, Cursos de Idioma, Intercâmbio para Trabalhar e Estudar.

Qual é a melhor cidade para fazer intercâmbio nos EUA?

Primeiramente, existem dezenas de excelentes cidades para intercâmbio para os EUA. No entanto, a escolha depende bastante de seus objetivos. 

Existem muitas escolas e universidades famosas em  Boston, São Diego, São Francisco e Chicago. 

Sendo assim, se você está procurando um tempo para viajar e estudar, poderá apostar em Orlando, Miami ou Nova York. Para uma visão mais moderna e empreendedora, o Vale do Silício é o melhor destino.

Com tantas opções interessantes, é normal ter dificuldade em escolher. É por isso que você deverá fazer algumas pesquisas para descobrir qual posição se adapta às suas preferências. 

Leia também: Saiba o valor do Salário-Mínimo nos Estados Unidos (2021 atualizado)

Sendo assim, avalie o clima local, o custo de vida da cidade e a conveniência do transporte. Por isso, pense em tudo que você quer fazer e confira se há uma maneira de fazer neste lugar. 

Portanto, agências de viagens e instituições educacionais podem também fornecer grande ajuda na tomada de decisões. Ao contratar os serviços fornecidos por ela, irá coletar seus dados pessoais e seus objetivos de comunicação.

Analisamos as melhores cidades para você. Tornando sua escolha mais confiável e segura.