Como revisar uma carretinha antes de viajar? 4 dicas importantes

revisar-carretinha-reboque-para-viajar

As carretinhas reboque são veículos não motorizados acoplados a um veículo motorizado, que serve para o carregamento de cargas extras. Por se tratar de um equipamento de auxílio e que também irá entrar em contato com tráfico, é necessário que manutenções periódicas sejam realizadas no reboque.

Principais cuidados com a carretinha

Alguns dos problemas mais comuns que devemos observar é o funcionamento das lanternas traseiras, desgastes dos pneus e freios, mas outras partes do veículo precisam ser analisadas também. Segue uma lista com os problemas mais frequentes quando se trata de carretinha reboque:

Aquecimento dos rolamentos

Se trata de um problema comum que acontece com carretinhas reboque. Por conta do alto calor, a graxa que se localiza no rolamento pode acabar consumida e por isso ocorre a penetração de água que se infiltra no rolamento. Com a água no rolamento, ela começa a desgastar o aço que por sua vez fica corroído. Esse problema pode posteriormente causar também o desgaste da roda. para prevenir, tente trocar os rolamentos a cada um ano e tenha sempre uma maleta equipada para troca, nunca se esqueça que você pode precisar dela a qualquer momento

Indícios que você tem aquecimento dos rolamentos são barulhos que a carretinha venha a apresentar e um nível superior de temperatura, então quando estiver dirigindo, preste atenção a como seu veículo está se comportando.

Suspensão com Danos

Se a sua carretinha reboque tem uma suspensão de lâmina, é sempre bom você checar como estão. Caso elas se encontrem desalinhadas ou com abertura que dê para enxergar fechos de luz, é sinal que já está na hora de fazer a troca por uma nova. Reboques que são submetidos a áreas com grande desnível e difícil tráfego, é sempre aconselhável considerar dá uma incrementada com modelos de suspensão mais resistentes e pesados.   

Problemas nos freios

Algumas carretinhas reboque possuem sistema de freios, principalmente as carretas trucadas. Em más condições, esses freios podem acabar causando danos no seu veículo e em casos mais graves, ocasionar um acidente, por isso sua revisão é sempre de suma importância. Os cabos dos freios também têm que ser inspecionados para constatar se possuem desgaste e se precisam ser trocados, esse tipo de verificação tem que ser feito com frequência. Se por algum motivo o reboque ficou um grande tempo parado, é necessário sua averiguação. Esse tipo de serviço precisa ser feito por um mecânico profissional, então nada de tentar fazer a manutenção por conta própria.

Uma dica extra é que os freios hidráulico, mecânico e elétrico são indicados para carretinhas reboques, então quando for procurar para comprar, sempre opte por uma dessas três opções.

Calibragem dos pneus

Pode parecer algo simples, mas a calibragem do seu pneu pode ser crucial para a segurança do veículo na estrada. Se a pressão estiver muito alta pode acontecer de um “mal contato” entre o pneu e a superfície do chão, ocorrendo um desequilíbrio da carretinha. Se a calibragem estiver baixa, a parte mais sensível do pneu pode entrar em contato com o chão, danificando-a e rasgando-a. A carretinha reboque está acoplada diretamente no seu veículo, então tudo que venha a ocorrer mal funcionamento de uma irá diretamente interferir na outra.

Faça manutenção periodicamente

Sentir o carro é sempre importante, observar os barulhos que faz e como se comportar em determinadas situações. Fazer a manutenção do seu veículo e da carretinha é garantir que nenhum problema técnico possa vir a acontecer. Lembre-se que acidentes por falta de manutenção podem ser evitados e que em qualquer das vias pode causar vítimas fatais.

E por último, sempre procure oficinas mecânicas confiáveis, que sejam do seu conhecimento e conhecimento de amigos e familiares por exemplo, em fazer um bom trabalho.

Boa viagem!!!

Leia também>>> Saiba o valor do Salário-Mínimo nos Estados Unidos (2021 atualizado)