7 atrações turísticas mais bem avaliadas em São Paulo

atracoes-turisticas-em-sao-paulo

Maior cidade da América do Sul, São Paulo fica no planalto de Piratininga e é cercada por rios que desaguam no interior. Quase desde a sua fundação em 1554, São Paulo tornou-se a porta de entrada para o sertão, e exploradores conhecidos como bandeirantes faziam expedições da cidade para essa região. As principais rodovias de hoje para as cidades do interior ainda seguem as rotas dos bandeirantes.

Imigrantes de todo o mundo sempre fizeram parte de São Paulo e você ainda verá a influência de portugueses, espanhóis, alemães, africanos, judeus, árabes e japoneses residentes em sua vida e cultura. Há um museu inteiro dedicado à imigração japonesa, por exemplo, e outro às contribuições dos africanos no Brasil. Talvez a coisa mais difícil de entender sobre a cidade seja seu tamanho. Uma boa maneira de se ter uma ideia de sua extensão é a partir do mirante do Edifício Itália de 46 andares na Avenida Ipiranga. Muitas das atrações turísticas de São Paulo são difundidas, então você encontrará no metrô uma boa maneira de viajar entre elas.

1. Museu de Arte

atracoes-turisticas-em-sao-paulo

O Museu de Arte de São Paulo, conhecido localmente como MASP, só foi inaugurado em 1968, mas possui o mais representativo e abrangente acervo de arte ocidental da América Latina. Você verá obras de impressionistas e mestres modernos – Renoir, Van Gogh, Matisse, Manet, Debret, Picasso, Miró, junto com 73 obras de escultura em bronze apenas de Degas. Embora remonte aos artistas renascentistas, este é um dos primeiros museus de arte do continente a focar em artistas de meados do século 20 e posteriores, bem como em artistas contemporâneos no Brasil, incluindo Portinari e Di Cavalcanti. Suas coleções excepcionais o colocam na liga com o Tate Modern, MoMA e o Centre Pompidou. O próprio edifício, projetado pela arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi, é um clássico do Modernismo. A praça sob sua estrutura suspensa abriga um mercado de antiguidades aos domingos e concertos frequentes.

2. Teatro Municipal 

atracoes-turisticas-em-sao-paulo

O arquiteto Ramos de Azevedo modelou o Teatro Municipal de São Paulo a partir da Opéra de Paris, com base em uma mistura eclética de temas da Art Nouveau e do Renascimento italiano. Quase imediatamente após sua conclusão em 1911, tornou-se uma grande atração da cidade. Esse status foi ampliado em 1922, quando foi palco de um evento marcante que revolucionou as artes no Brasil. A Semana de Arte Moderna apresentou e destacou artistas que viriam a se tornar ícones do Movimento Modernista Brasileiro, nomes célebres como os pintores Emiliano Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti e Menotti Del Picchia; o compositor Heitor Villa-Lobos; o dramaturgo Mário de Andrade; e o escultor Victor Brecheret.

Um importante centro de artes cênicas na América do Sul, o teatro já recebeu apresentações de cantores, dançarinos, músicos e artistas de renome internacional, incluindo Carla Fracci, Rudolf Nureyev, Titta Ruffo, Enrico Caruso, Maria Callas, Arturo Toscanini, Heitor Villa-Lobos e Mikhail Baryshnikov. O prédio foi totalmente restaurado à sua grandiosidade original e reaberto em 1991. É a casa da Orquestra Sinfônica de São Paulo, do Coral Lírico (Coro Lírico) e do Balé da Cidade de São Paulo.

3. Parque do Ibirapuera 

atracoes-turisticas-em-sao-paulo

O Parque do Ibirapuera foi projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx, com prédios projetados por Oscar Niemeyer. O imenso espaço verde com seus monumentos, museus, playgrounds, jardins, trilhas, lagos e espaços de atuação é um paraíso de lazer para os paulistas, além de vitrine de arquitetura e cultura modernas. Em homenagem aos pioneiros paulistas que inauguraram o interior do Brasil, o Monumento às Bandeiras é uma magnífica obra do escultor brasileiro Victor Brecheret, com imponentes figuras heróicas. Um obelisco comemora aqueles que morreram em 1932 na luta por uma nova constituição.

O Auditório Ibirapuera, ultramoderno music hall projetado por Oscar Niemeyer, é considerado uma das melhores salas de shows de São Paulo. O Museu da Aeronáutica e do Folclore, Museu da Aeronáutica e Arte Popular, exibe maquetes de aeronaves e equipamentos de voo no térreo, com cerca de 20 mil peças dedicadas à arte e tradições populares de todo o Brasil ocupando os demais andares. O grande Museu Afro-Brasil celebra as contribuições dos afro-brasileiros e sua história social e cultural.

4. Museu de Arte Contemporânea 

Dentro do Parque Ibirapuera, o Pavilhão da Bienal de Artes, projetado por Oscar Niemeyer e concluído em 1957, abriga o excelente Museu de Arte Contemporânea, além de mostras e mostras especiais. As mais de 8.000 peças do museu representam uma ampla gama de escolas de arte, de Picasso, Modigliani e Léger aos principais pintores brasileiros Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Portinari e Di Cavalcanti. Entre as maiores coleções de arte ocidental do século 20 da América Latina, o museu também exibe obras de Marc Chagall, Wassily Kandinsky e Joan Miró. O Jardim das Esculturas foi projetado por Roberto Burle Marx e exibe 30 grandes obras em um ambiente externo.

5. Parque da Independência e Museu Paulista

atracoes-turisticas-em-sao-paulo
photo credit: Rodrigo_Soldon Museu do Ipiranga via photopin (license)

No bairro do Ipiranga, em São Paulo, atravessado pelo riacho ao lado do qual a independência do Brasil foi proclamada pelo Príncipe Pedro, o Parque da Independência comemora esse acontecimento de 1822. Com vista para os jardins formais de rosas, topiarias e fontes inspiradas nos de Versalhes, fica o Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga. Seu arquiteto italiano, Tommaso Gaudenzio Bezzi, criou um design eclético modelado no neoclassicismo italiano, reminiscente de palácios renascentistas. No interior encontram-se grandes coleções de trajes, artes decorativas, pinturas e móveis do período imperial.

6. Sé (Catedral)

atracoes-turisticas-em-sao-paulo

A catedral neo-gótica foi construída no local de uma catedral anterior e levou de 1913 a 1967 para ser concluída. Sua construção foi interrompida por duas guerras mundiais, o que dificultou a retirada dos mosaicos e demais elementos decorativos da Itália. Foi consagrada em 1954, no 400º aniversário da fundação de São Paulo. Na fachada estão estátuas de profetas do Antigo Testamento e discípulos de Cristo. Embora o resto da igreja seja neo-gótico, é coroada por uma cúpula de estilo renascentista. O interior tem várias características interessantes, incluindo o órgão de 10.000 tubos e vitrais que retratam a história do catolicismo no Brasil. Não deixe de observar os capitéis nas colunas, esculpidos para representar a flora brasileira (ramos de café e abacaxi) e a fauna, incluindo tatus. Você pode visitar a cripta abaixo da igreja principal para ver esculturas de mármore e tumbas. A catedral fica no centro histórico de São Paulo e é um bom lugar para começar um passeio a pé pela cidade velha.

7. Avenida Paulista

atracoes-turisticas-em-sao-paulo

A Avenida Paulista é o centro das atividades de São Paulo, cheia de atividades e um destino preferido tanto por turistas quanto por cariocas. Este é um local ideal para observar as pessoas de um dos vários cafés nas calçadas. A área abriga muitas lojas, teatros, galerias e museus, incluindo o Museu de Arte de São Paulo (MASP). Existem também vários parques adjacentes, como o Parque Trianon, que oferece um oásis com densa folhagem bem no centro da cidade. Esta avenida principal recebe vários festivais e celebrações ao longo do ano, muitas vezes fechando ao tráfego para se tornar um calçadão